ADAPTAÇÃO TRANSCULTURAL E VALIDAÇÃO ESTATÍSTICA DO ASSESSMENT OF INTERPROFESSIONAL TEAM COLLABORATION SCALE II

  • EMANUELLA PINHEIRO DE FARIAS BISPO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE ALAGOAS
  • Rosana Aparecida Salvador Rossit
Palavras-chave: estudos de validação; formação em saúde; educação interprofissional, trabalho em equipe.

Resumo

Estudo metodológico que teve como objetivo descrever os critérios de construção, validação de conteúdo e aparência do instrumento “Escala de Avaliação da Colaboração Interprofissional em Equipe – AITCS II” (ORCHARD, 2015). A validação seguiu quatro etapas: Avaliação de equivalências conceitual e de itens; Avaliação da equivalência semântica; Equivalência Operacional; e Equivalência de Mensuração. Para avaliar a consistência interna do instrumento, empregou-se o coeficiente Alfa de Cronbach nos conjuntos de itens que compõem cada uma das três dimensões. Para estudar a concordância entre as duas avaliações realizadas, foram construídos gráficos de Bland-Altman, calculados coeficientes de correlação intraclasses e aplicados o Teste t de Student para amostras relacionadas e o Teste do Sinal. Conclui-se que o instrumento possui validade de conteúdo e de aparência para avaliar a atuação e prática interprofissional, tendo obtidocoeficientes de consistência e concordância com índices superiores a 0,8.

Publicado
2018-10-12
Seção
Artigos, Revisões da Literatura, Séries de Caso